Pele com acne: causas, tratamento e quais produtos utilizar

Pele com acne: causas, tratamento e quais produtos utilizar
Publicado em: Bem-estar

A pele com acne precisa de cuidados e tratamentos especiais, feitos com os produtos certos, para controlar o problema

Na hora de cuidar da pele com acne, é preciso entender que ela tem necessidades mais específicas. Afinal, essa é uma doença de pele que causa processos inflamatórios e que pode até mesmo infeccionar se não receber os cuidados adequados.

Diferentes fatores podem provocar a acne, e isso não acontece apenas com os adolescentes. É bastante comum vermos quadros desse problema de pele também em adultos, principalmente nas mulheres. Inclusive, até mesmo o estresse pode fazer com que as temidas espinhas apareçam, sabia?

Como a saúde da pele está em jogo, fomos conversar com uma dermatologista para que ela explicasse tudo sobre a pele com acne e a melhor forma de cuidar dela.

Quem conta para a gente é Katleen da Cruz Conceição, especialista pela SBD, preceptora do Ambulatório de Dermatologia da pele negra do Instituto Rubem David Azulay e chefe do setor pioneiro de dermatologia para pele negra do Grupo Paula Bellotti.

Quais são as causas da acne?

Usar muita maquiagem, se expor ao sol e alterações hormonais podem deixar a pele com acne. Entenda melhor o que provoca essa doença dermatológica.

Estresse

Quando uma pessoa fica muito estressada, seu organismo produz mais cortisol. Esse hormônio age de forma direta sobre as glândulas sebáceas. Elas produzem mais sebo do que o normal, e a pele fica mais oleosa e suscetível à formação das espinhas.

Além disso, o cortisol influencia o sistema imunológico, fazendo com que a imunidade fique mais baixa. Quando isso acontece, o organismo tem uma suscetibilidade maior para a ação de bactérias, e como acne é um processo infeccioso, ela pode se manifestar.

Predisposição genética

A pele com acne pode ser uma herança de família. Muitas pessoas têm predisposição genética para essa doença de pele. Isso acontece, por exemplo, devido a uma quantidade maior de glândulas sebáceas. Então, as suas características naturais podem definir se você é uma pessoa que poderá desenvolver um grau mais avançado do problema ou não. 

Alterações hormonais

É uma das causas que melhor explicam a alta ocorrência de espinhas durante a adolescência. Quando os hormônios variam muito, existe uma tendência maior para a manifestação da acne.

Eles também determinam a região onde as espinhas vão se formar. Nos adolescentes, elas aparecem geralmente na chamada zona T, que envolve a testa, o nariz e o queixo. Já nos adultos, como a acne costuma ocorrer em função do estresse, ela é percebida na zona U, que envolve o maxilar, o queixo e o pescoço.

Uso de maquiagem em excesso

A maquiagem, quando utilizada em excesso e não removida corretamente, é uma grande vilã e pode ser a causadora da pele com acne. Nesses casos, ela provoca a obstrução dos poros, então, podem surgir tanto as espinhas quanto os cravos, pois a pele não está limpa, nem respirando como deveria.

Exposição solar

Não é verdade que o sol pode secar as espinhas. Na realidade, a exposição solar tem um efeito contrário, fazendo com que a pele fique mais oleosa e transpire mais. Assim, a tendência é que o quadro de acne piore.

Como tratar a pele com acne?

Para tratar a pele com acne do jeito certo, é preciso cuidar de dentro para fora e de fora para dentro. A Dra. Katleen propõe algumas recomendações para melhorar o quadro e manter a pele mais saudável.

Evitar a ingestão de alimentos gordurosos

Ingerir alimentos gordurosos demais, como no caso das frituras ou das carnes muito gordas, contribui para o surgimento da acne. A explicação está no fato de que esse tipo de alimento pode estimular o trabalho das glândulas sebáceas, fazendo com que a oleosidade da pele aumente.

Sendo assim, é interessante preferir uma alimentação mais leve e livre de gorduras. Dê preferência para os alimentos naturais, aqueles que ajudam a desintoxicar o organismo e têm ação anti-inflamatória.

Realizar limpeza de pele

Uma pele limpa é uma pele mais saudável e bonita. A limpeza é um procedimento que contribui bastante para evitar a ocorrência de acne. Katleen recomenda que ela seja realizada uma vez por mês nesses casos.

Entretanto, é importante frisar que a limpeza de pele não é feita para remover as espinhas. Essa técnica remove impurezas, cravos e células mortas, ajudando a equilibrar a oleosidade e evitar a obstrução dos poros.

Passar por consulta periódica com dermatologista

Por estar entre as doenças de pele, a acne requer o acompanhamento de um médico dermatologista. Cada caso é único e precisa ser tratado de acordo com as necessidades da pessoa, por isso, o acompanhamento com esse especialista é indispensável.

Ele poderá recomendar medicamentos de uso tópico ou oral, também alguns produtos para o cuidado com a superfície da pele e ainda procedimentos mais específicos, como o peeling ou laser fracionado, conforme Katleen explica. Segundo ela, esses tratamentos ajudam a melhorar os poros, fazem o controle da oleosidade e tratam possíveis manchas.

Quais produtos utilizar?

Quem deseja evitar o envelhecimento precoce procura utilizar produtos antioxidantes, certo? Aqueles que têm a pele seca procuram fórmulas com hidratação intensiva, não é verdade? Por isso, quem tem pele com acne deve utilizar os produtos certos para manter o problema sob controle.

De acordo com a dermatologista, os quadros de acne requerem a utilização de produtos que contenham as seguintes substâncias em sua composição:

  • ácido salicílico;
  • niacinamida;
  • ácido glicólico;
  • mandélico;
  • azelaico;
  • zinco. 

Esses ativos melhoram a qualidade da pele, combatem o aspecto oleoso, fecham os poros e minimizam a ocorrência de manchas. Mas da mesma forma que existem produtos ideais, há aqueles que precisam ser evitados porque têm o potencial de agravar os quadros de acne.

Katleen não recomenda os produtos com uma quantidade muito grande de lipídios, ou seja, que são ricos em gorduras e óleos. Lembramos, também, de dar preferência para as opções não comedogênicas, que são aquelas que não provocam a obstrução dos poros.

Para complementar os cuidados com a sua pele, é interessante adotar um estilo de vida mais saudável. Escolha uma alimentação balanceada e pratique exercícios físicos regularmente. Procure manter a pele sempre limpa e não espremer as espinhas para que elas não infeccionem, agravando o problema.

E para auxiliar na sua rotina de skincare, a Granado conta com uma linha de dermocosméticos de alta performance com fórmulas criadas especialmente para atender a pele da brasileira. Os produtos vão desde sabonete anti-acne para o rosto com ácido salicílico até hidratante corporal enriquecido com lactato de amônio, que tem alta propriedade umectante.

Vale ressaltar que o ideal para tratar e cuidar da pele com acne é contar com o suporte de um dermatologista. Ele vai avaliar as causas do problema, sua gravidade e recomendar os melhores procedimentos para manter ao máximo a saúde da pele.

Como esse é um tema que interessa muita gente, compartilhe em suas redes sociais para que mais pessoas tenham acesso a essas informações importantes.

Carregando...
863 visualização(ões)

Colaborou para este conteúdo

Dra. Katleen Conceição
Dra. Katleen Conceição

Katleen Conceição é médica com Pós-graduação em dermatologia e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia do Rio de Janeiro. Especializada em pele negra, Katleen é chefe do Ambulatório de dermatologia para pele negra na Santa Casa de Misericórdia, no Rio, chefe do primeiro setor de dermatologia para pele negra no Grupo Paula Belotti e membro da Skin of Color Society, dos EUA.

Posts relacionados
Comentários
Deixe o seu comentário
Seu endereço de e-mail não será publicado