Validade de perfume: entenda como é definida e como conferi-la

Validade de perfume: entenda como é definida e como conferi-la
Publicado em: Perfumaria

Algumas fragrâncias são tão especiais que gostaríamos que durassem a vida toda, não é mesmo? Entretanto, quando falamos de um ativo usado diretamente na pele, é necessário verificar a validade. Conhecer esse prazo permite que você faça um uso seguro e aproveite ao máximo os seus produtos.

Com a intenção de entender qual o prazo seguro de uso dos perfumes, é importante conhecer os principais aspectos que determinam sua validade. Por isso, convidamos Helen Augusto, especialista em perfumes, a fim de esclarecer pontos importantes sobre o assunto. Se você quer saber mais, siga a leitura e confira nosso post!

Como os componentes do perfume reagem com o tempo?

Há diferenças claras entre o comportamento de certos componentes ao longo do tempo. Helen explica que “as fragrâncias frescas, cítricas e alguns aromáticos frescos, perdem mais facilmente a eficácia”, sendo importante utilizá-los em menos tempo. A especialista ainda adverte que, com 6 meses de intervalo, já se pode observar mudanças.

Tais diferenças estão diretamente ligadas ao processo de produção dos perfumes. Conforme explicado por Helen, os óleos essenciais são misturados harmonicamente com o álcool na intenção de alcançar a fragrância desejada, mas esse efeito dispõe de um tempo limitado.

Ela ainda explica o mito de que um perfume deixado no frasco por anos fica mais intenso, “o que ocorre, porém, é a perda dos ingredientes voláteis, ou seja, dos críticos de saída e de alguns aromáticos, fazendo com que a sensação de frescor não exista mais, e o cheiro se manifeste em suas notas de corpo e fundo, que são mais duradouras”. Na intenção de fazer esse teste, basta comparar um perfume guardado por anos com um mais novo.

Como é determinada a validade de um perfume?

A validade do perfume está associada à família olfativa à qual ele pertence, além de ter relação com os ingredientes utilizados na produção. Nesse sentido, Helen apresenta uma comparação muito interessante, com os vinhos.

Ela destaca que “um vinho fresco e frutado deve ser consumido em poucos anos. Já um vinho tinto, encorpado, pode ser consumido em décadas. Na perfumaria, ocorre algo similar: fragrâncias frescas, cítricas, aromáticas, frutais, fougères, chipres frescos, devem ser consumidas em até 3 a 4 anos, ao passo que florais opulentos, amadeirados, orientais, podem ser consumidos em décadas”.

Helen ressalta haver no Brasil uma regulamentação da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) que define o consumo de um perfume dentro de um período determinado. 

Nesse sentido, existe uma resolução recente, de 2019, a qual estabelece o prazo de 10 anos para a validade do registro de produtos de higiene pessoal, cosméticos e perfumes. A validade do produto é determinada pela fabricante, que considera a fórmula utilizada na fabricação.

Como saber se um perfume está dentro da validade?

Existem algumas formas de avaliar um perfume e entender se ele vai gerar bem-estar e deixar a pessoa cheirosa. Abaixo, listamos vários aspectos a ser observados a fim de entender se o produto está dentro da validade e bom para ser usado.

Avalie o cheiro

Esse é o primeiro aspecto ao qual você deve ter atenção quando for utilizar um perfume. Nesse sentido, Helen nos dá uma ótima dica: “É bem fácil ver se um produto está bom pelo seu odor. Os cítricos, em geral, tornam-se oxidados, com um cheiro semelhante à ferrugem, vinagre, acre”.

Observe a aparência

Ter atenção à aparência do seu produto ajuda a entender se ele está bom para ser utilizado. Helen explica que “os únicos motivos para não utilizar mais um perfume são: a oxidação dos ingredientes (percebida pelo cheiro acre, avinagrado) e o aparecimento de uma nata na superfície do líquido. Isso indicará a presença de microrganismos, por rachaduras e entradas de ar pelo frasco ou válvula”.

Existem fatores que podem alterar a aparência, mas que não o tornam inutilizáveis. Isso porque a aparência do perfume pode se alterar por vários motivos. Assim, é preciso ter atenção aos fatores destacados acima.

Já caso ocorra um escurecimento do perfume, principalmente na presença de óleos essenciais naturais de madeiras, baunilha e outros, ou suspensões de partículas provocadas pela não diluição completa de certos ingredientes — principalmente resinas balsâmicas ou corantes, não é preciso se preocupar, segundo Helen, pois tais fatores não são característicos de perfumes estragados e, portanto, pode-se usá-los ser problemas.

Quais são os perfumes com maior duração?

Após conhecer mais sobre a validade dos perfumes, você pode se perguntar se existem opções que apresentam boas qualidades químicas para aumentar sua duração. 

Para isso, Helen explica que “nas direções olfativas: doces, amadeirados, com baunilha, orientais, florais opulentos (rosa, jasmim, tuberosa, flor de laranjeira, neroli, ylang), aromáticos amadeirados, orientais e alguns chipres” são excelentes escolhas.

Quanto à classificação do perfume, Helen explica que os Eau de Toilette têm mais intensidade de saída e maior frescor, e os Eau de Parfum são mais substantivos, ou seja, duram mais sobre a pele.

Como conservar o perfume da melhor forma?

Um dos principais fatores de risco para seus perfumes se refere à incidência de luz solar no frasco. Por isso, Helen destaca a importância de que eles sejam mantidos nas caixas, em armários ou em gavetas escuras para manter a proteção contra o sol. 

Além disso, também é necessário evitar a troca constante de temperatura e umidade. Isso significa que é importante evitar que eles fiquem expostos na penteadeira, no banheiro ou em qualquer lugar que possa apresentar fatores de risco. Tais dicas são essenciais na hora de guardar os perfumes.

Uma curiosidade interessante é que a validade de perfume imposta pela Anvisa só ocorre no Brasil. Helen destaca que, na Europa, berço da perfumaria moderna, não há menção de data de validade nos perfumes. Por isso, vale contar com as dicas apresentadas anteriormente para manter seus produtos em boas condições e capazes de uso por mais tempo.

Viu como é importante adotar cuidados especiais com os seus perfumes? Então, venha conferir os produtos Granado e descubra fragrâncias incríveis para usar no dia a dia!

Carregando...
1156 visualização(ões)

Colaborou para este conteúdo

Helen Augusto
Helen Augusto

Sempre se sentiu atraída pelo fascinante mundo das fragrâncias. Após ter trabalhado na Givaudan durante mais de 20 anos, ela se mantém conectada com a perfumaria, com os consumidores e a indústria pelo seu canal do YouTube e Instagram, nos quais compartilha seu conhecimento e entusiasmo pelos perfumes. Também tem uma sólida abordagem técnica e conceitual, mas adora contar histórias, falando sobre os seus encontros com diferentes ingredientes, perfumes e perfumistas. É também autora e tradutora de artigos para o Fragrantica em língua portuguesa, a maior revista digital de fragrâncias no mundo.

Comentários
Deixe o seu comentário
Seu endereço de e-mail não será publicado