Pelo de filhotes: veja 4 dicas para cuidar bem!

Pelo de filhotes: veja 4 dicas para cuidar bem!
Publicado em: Pet

Pequenos tufos podem aparecer no chão da casa, mas é possível controlar o problema com ações simples

Não importa a espécie ou a raça, todo bichinho de estimação tem a capacidade de tornar uma casa mais alegre. Mas, quem tem pet sabe que cada animal demanda cuidados específicos. Muitos deles, inclusive, afetam a qualidade do pelo de filhotes.

Como os humanos têm rotinas e produtos próprios para manter a higiene, nada mais justo que adaptar algumas práticas para atender cães e gatos. Afinal, os peludos também merecem atenção especial quando o assunto é saúde, conforto e bem-estar.

Quer saber como deixar seu bichinho sempre com uma boa aparência? Então, fique de olho neste post, que contou com a participação da médica veterinária Julia Franca. Confira!

Por que cuidar bem do pelo de filhotes?

A pelagem é uma das características mais valorizadas nos animaizinhos, não apenas porque confere um visual fofo mas porque também pode ser sinal de saúde. É fácil perceber quando ela está normal e saudável, seja por conta do brilho que chama a atenção, seja pela textura macia e agradável ao toque.

Algumas condições, porém, podem fazer com que o seu pet perca muitos pelos. Troca de estação, estresse, contaminação por pulgas ou carrapatos, alergias e até desnutrição fazem parte dessa lista. Cabe a cada tutor ficar de olho nas causas e agir rapidamente para diminuir o problema.

Se você quer evitar a queda excessiva, falhas ou o aspecto opaco dos pelos do seu pet, precisa cumprir com cuidados básicos. Eles envolvem desde a escolha dos alimentos até a seleção das fórmulas usadas na higiene animal.

Qual é a melhor forma de fazer isso?

Filhotes têm energia de sobra, portanto, costumam brincar e se movimentar bastante. Entre a diversão com outros bichinhos e correrias pela casa, é normal que espalhem um pouco de pelos por todos os ambientes.

Felizmente, é possível reduzir a queda com ações simples e ainda deixar os pelos sempre bem cuidados. Veja a seguir como cuidar dos pets e garantir uma pelagem mais bonita!

1. Faça a escovação regularmente

Está aí uma das melhores formas de controlar a perda descontrolada do pelo de filhotes. Isso porque a escovação retira o excesso de material preso à pele do animal, evitando que caia pela casa ao longo do dia. O processo ainda pode ser aproveitado para descobrir se há presença de pulgas e outros parasitas.

Passar a escova, quando se torna um hábito, também é algo bastante agradável para cães e gatos. Se possível, repita o processo uma vez ao dia, principalmente em bichos com pelos muito longos. Quanto mais frequente for o cuidado, menos resíduos ficarão acumulados pelo chão.

A médica veterinária Julia Franca destaca que a escovação em filhotes é ainda mais importante, pois eles estão trocando o pelo e abrindo espaço para a pelagem adulta. "A remoção dos pelos mortos ajuda a evitar não só o nó, mas também a manter a saúde da pelagem. Dependendo da raça e do tipo de pelo, pode ser necessária também uma hidratação, que ajuda na formação da barreira cutânea, evitando ressecamento e irritações na pele", explica.

2. Mantenha o animal sempre limpo

A higiene é superimportante para a saúde dos peludinhos, e cada espécie demanda um tipo de cuidado. Mesmo os gatos, que costumam se limpar a todo momento, precisam de um reforço de vez em quando. É que os filhotes nem sempre conseguem remover toda a sujeira dos pelos, por isso, toda ajuda é bem-vinda.

Você pode investir no banho em casa ou no petshop, desde que a lavagem seja feita com produtos próprios para pets. Isso fará com que a pele do animal fique livre de sujeira e respire melhor. Assim, os riscos de sofrer com alergias e infecções que causam queda de pelo de filhotes também diminuem.

Mas é preciso ter cuidado com esses banhos, como bem aponta a Dra. Julia. Ela alerta que cada raça e cada tipo de pelo vai ter a sua necessidade específica. “Alguns vão precisar de banhos com maior frequência e a escovação também vai alterar, mas é importante lembrar que o filhote se suja mesmo, e dar banho todo dia não é benéfico para a pele e o pelo, porque retira a barreira natural”. O ideal é que os banhos não ultrapassem uma vez por semana, alguns até mais espaçados que isso.

3. Ofereça alimentos de qualidade

Uma dieta rica em nutrientes é fundamental para a saúde dos animais de estimação. Quando você serve alimentos de qualidade e adequados às necessidades do pet, consegue manter todo o organismo dele equilibrado. Ou seja, tanto os órgãos quanto a pele e a pelagem vão refletir esse cuidado.

Não deixe de conversar com o veterinário sempre que tiver dúvidas sobre a ração e os petiscos. O profissional vai indicar o melhor produto para cada fase da vida do bichinho. Os filhotes, por exemplo, precisam de nutrientes que favoreçam a formação de diferentes tecidos e da estrutura óssea.

4. Fique de olho em alterações

O corpo sempre envia sinais quando algo não está bem. Nos animais domésticos, é possível identificar problemas a partir de mudanças na aparência da pele ou pelo de filhotes. Então, sempre que você perceber qualquer alteração, vale a pena investigar de perto e marcar uma consulta.

Regiões secas, com falhas na pelagem ou avermelhadas indicam reações alérgicas. Se o bichinho apresenta pele com feridas ou machucados com mau cheiro, é provável que esteja com alguma infecção.

Quais produtos utilizar no pelo de filhotes?

Ficou claro que a higiene é a principal aliada nos cuidados com a pelagem de cães e gatos. Por conta disso, as situações que expõem os pets à sujeira precisam ser complementadas com um bom banho.

Levar o animal à praia, por exemplo, faz com que ele tenha contato com a areia e o sal do mar. Ambas substâncias são prejudiciais quando ficam muito tempo em contato com a pele. Por isso, o ideal é lavar o corpo do bichinho assim que retornar para casa.

A médica veterinária lembra que em nenhuma situação, independentemente do tipo de passeio, o bichinho deve tomar banho com sabão em barra ou shampoo humano. "É importante usar produtos específicos para filhotes ou shampoos hipoalergênicos, pois esses bichinhos têm maiores chances de reação a agentes novos”, destaca.

Granado para Pets

Já imaginou poder contar com fórmulas com ingredientes vegetais de qualidade, desenvolvidas especialmente para os seus amigos de quatro patas? Pois a Granado oferece uma linha completa de produtos para uso em clínicas ou domicílio. São versões suaves que minimizam o surgimento de alergias.

As opções incluem vários shampoos de pets e condicionadores. Temos até pó hemostático, um agente coagulante que, quando aplicado sobre a pele ou unha ferida do animal, ajuda a estancar o sangue. Outro diferencial é a solução otológica para limpeza do canal auditivo do bichinho.

A linha Pet da Granado existe há mais de 25 anos e ganhou credibilidade por conta da eficácia de suas fórmulas. Hoje, permanece em destaque no mercado e entrega novidades além dos itens básicos, como fluido hidratante, spray desembaraçador e colônia.

Muito melhor ter produtos pensados com carinho para cuidar da aparência e saúde dos pets, certo? Agora, você tem ótimas sugestões para limpar e perfumar a pele dos bichinhos. Com fórmulas leves e suaves, tanto o pelo de filhotes quanto o de adultos será fortalecido.

Quer mais detalhes sobre as opções citadas neste post? Acesse o nosso site e conheça a linha completa da Granado para Pets!

Carregando...
101 visualização(ões)

Colaborou para este conteúdo

Julia Franca
Julia Franca

Julia Franca é médica veterinária formada pela Universidade Federal Fluminense em 2014, e integra o corpo clínico da clínica Animalia e IEMEV desde então. Fez pós-graduação em dermatologia Veterinária pelo EQUALIS (2018) em São Paulo e atualmente atua como clínica geral na Animalia e no setor de dermatologia do IEMEV. Realiza também o exame de Otoendoscopia em diversas clínicas do Rio de Janeiro.

Comentários
Deixe o seu comentário
Seu endereço de e-mail não será publicado