Eau de toilette e eau de perfum: conheça as principais diferenças

Eau de toilette e eau de perfum: conheça as principais diferenças
Publicado em: Perfumaria

Que borrife para o alto algumas gotas de perfume quem nunca ficou na dúvida sobre a fragrância ideal! E não bastassem tantas opções de famílias olfativas, também existem classificações como eau de toilette (EDT), eau de parfum (EDP) e eau de cologne (EDC)! 

Entender as diferenças é importante, pois ajuda a fazer escolhas mais adequadas. É que cada classificação tem a sua recomendação, que depende, por exemplo, do clima local, do tipo de compromisso e até do seu propósito com a fragrância.

E para garantir mais riqueza de informações neste conteúdo, convidamos Helen Augusto (não deixe de acompanhá-la no Instagram!), que é especialista em fragrâncias e nos deu algumas dicas importantes sobre o assunto. Confira!

De onde vêm esses nomes?

Os nomes são franceses e, na tradução, a gente tem: água de banho, água de perfume e água de colônia. Talvez, o primeiro deles tenha levantado certa curiosidade, né? A origem é interessante, então, confira um pouco essa história.

“A eau de toilette teve início na corte de Maria Antonieta, famosa rainha consorte da França. Na época, havia uma espécie de perfumistas particulares, que preparavam águas perfumadas. As pessoas mergulhavam um lencinho de tecido e passavam pelo pescoço e braços para se refrescarem. Isso era feito dentro da sala de banho, daí o termo”, conta Helen Augusto.

Com o passar do tempo e a chegada da revolução industrial, houve massificação nas produções. “Os perfumes se tornaram mais conhecidos e acessíveis, não eram mais privilégio da realeza. Aos poucos, começaram a andar ao lado da moda, principalmente no século XX, com pessoas como Coco Chanel. A partir disso, a classificação se ampliou. Surgiram as colônias e as eaux de parfum”, continua.

Afinal, qual é a diferença entre eau de toilette, eau de parfum e eau de cologne?

Pense em uma limonada, Helen sugere. Na eau de parfum, usamos mais limões. A com menos limões é a eau de cologne. Mas a principal diferença está na composição química, pois pequenas alterações podem fazer o produto se enquadrar em uma ou outra categoria. 

Eau de cologne

Tem concentração de mais ou menos 3% de essência, dependendo de características como notas e família olfativa. É mais leve e dura por volta de 4 horas. Assim, precisa ser reaplicada com frequência.

“As colônias são mais discretas e destinadas à pessoas que vão a um compromisso rápido. Nos dias muito quentes, a fragrância pode durar um pouco menos, por causa da nossa transpiração, mas a proposta é essa: não dura o dia todo. São criadas com ingredientes frescos e têm o objetivo de prolongar a sensação de banho tomado. É de consumo abundante, para ser reposto durante o dia”, ensina a especialista.

Eau de toilette

Já a eau de toilette tem uma dosagem que gira em média de 8%, o que é um pouco superior à colônia. Ainda assim, sua proposta é de ser usada no dia a dia e tem uma duração média de 6 horas.

“Mas essa estrutura de classificação é francesa, então, também temos que levar em conta a temperatura típica do hemisfério norte. Lá, as estações são mais definidas e a temperatura média, mais amena. Eles entendem que a eau de toilette é direcionada para o dia, além de ser indicada para dias quentes”.

Eau de parfum

A eau de parfum tem essência que varia entre 15% e 20%, além de moléculas mais pesadas, o que traz mais fixação à pele. Pode durar cerca de 10 horas.

“É mais indicada para à noite e o clima ameno. Aqui no Brasil, ela pode ficar muito forte, se usada durante o dia”, sugere Helen.

Então, é melhor escolher a eau de toilette?

Bem, depende. A ocasião, a família olfativa, o seu tipo de pele e o objetivo com o perfume influenciam essa escolha. “A eau de toilette é mais fresca na saída; então, tem aquela difusão no ambiente na hora de passar, as pessoas sentem de longe, sabe? A eau de parfum é mais de fixar na pele, não costuma provocar essa explosão e pode ser aquele tipo de perfume que não deixa rastros”, compara a especialista.

Existe uma espécie de código que também ajuda a decidir. Helen explica: “A recomendação de usar a eau de parfum de noite, por ser um momento em que você está mais próximo do outro. Quando saímos de noite, costumamos ficar mais perto das pessoas; então, pode ser interessante ter esse cheiro nos envelopando. Com a eau de toilette, a gente supõe que a pessoa use para trabalhar, dar aulas ou em ocasiões em que queira que o perfume exale um pouco mais longe, pois estará mais a distância”.

Complicou? Calma, que nossa especialista resume aqui as dicas: “É preciso avaliar qual é o seu objetivo com o perfume. É um compromisso rápido? A colônia pode bastar. É para usar durante o dia, e você quer mais explosão, com um cheiro que dure mais? Então, pode ir com a eau de toilette. E se você quer um perfume mais encantador, que dure mais horas sobre a pele, num encontro a dois ou em uma festa intimista, pode usar a eau de parfum”.

Pra quem curte, ainda pode fazer uma sobreposição de perfumes, misturando mais de um tipo. Isso ajuda a fragrância a durar mais, ainda que você opte por colônias.  

Como escolher a eau de toilette ideal?

Quer apostar na eau de toilette e não sabe por onde começar? Então, siga as dicas abaixo!

Vá pela família olfativa

Orientais, florais, amadeirados? Gosto não se discute, e existem perfumes que combinam com a personalidade de cada um. Tente descobrir sua preferência, pois isso facilita a escolha. Preste atenção, também, às notas de topo, corpo e fundo, que dizem muito sobre como o perfume se comporta.

Experimente e ouse

Ao mesmo tempo, evite usar apenas o perfume da sua família preferida. Isso pode fazer com que seu olfato se acostume com a sensação e não consiga mais perceber todo o glamour da fragrância. Ouse mudar às vezes. Que tal experimentar um bem diferente no pulso e observar como você se sente com ele?

Aqui vão algumas sugestões:

  • Eau de Toilette Carioca: floral musk;
  • Eau de Toilette Âmbar: musk amadeirado;
  • Eau de Toilette Suzette: amadeirado floral;
  • Eau de Toilette Bossa: floral cítrico.

Enfim, eau de toilette, eau de cologne, eau de parfum: cada uma tem seu momento para entrar em palco e arrasar! Assim, siga as dicas da Helen. Temos certeza de que vai acertar!

Que tal aproveitar que está aqui e já conhecer a linha Granado de perfumes? É só clicar para visitar nosso site!

Carregando...
20668 visualização(ões)

Colaborou para este conteúdo

Helen Augusto
Helen Augusto

Sempre se sentiu atraída pelo fascinante mundo das fragrâncias. Após ter trabalhado na Givaudan durante mais de 20 anos, ela se mantém conectada com a perfumaria, com os consumidores e a indústria pelo seu canal do YouTube e Instagram, nos quais compartilha seu conhecimento e entusiasmo pelos perfumes. Também tem uma sólida abordagem técnica e conceitual, mas adora contar histórias, falando sobre os seus encontros com diferentes ingredientes, perfumes e perfumistas. É também autora e tradutora de artigos para o Fragrantica em língua portuguesa, a maior revista digital de fragrâncias no mundo.