Lixa de pé: entenda quando fazer e quais produtos podem ajudar!

Lixa de pé: entenda quando fazer e quais produtos podem ajudar!
Publicado em: Bem-estar

A lixa de pé é eficaz contra vários problemas, mas exige cautela quanto à frequência e formas de uso

Pele ressecada ou com rachaduras é uma condição bastante desconfortável, principalmente quando envolve as extremidades dos membros inferiores. Se você lida com o problema, saiba que a lixa de pé pode ser uma grande aliada para tratar esses efeitos indesejados.

Como toda prática voltada ao bem-estar e higiene do corpo, o ato de lixar essa região deve ser feito com regularidade e cuidados específicos, sabia? Também demanda preparo com bons produtos para que os cuidados com os pés ocorram sem riscos à saúde.

Vamos falar mais sobre o procedimento e dar dicas para que você tenha bons resultados. Que tal? Acompanhe!

O que causa rachaduras e espessamento?

O aspecto áspero da pele pode ter origem em diversos fatores: longas caminhadas, uso de calçados abertos e desconfortáveis, tempo quente e seco, contaminação por microrganismos, entre outros. A genética também leva à maior recorrência do problema em alguns grupos.

Nesses casos, o corpo reage ao atrito e às agressões produzindo mais queratina. Trata-se de um sistema de defesa para repor a proteção natural da pele. Infelizmente, isso faz com que a camada externa dos pés fique cada vez mais grossa e suscetível a fissuras.

Esse efeito não gera apenas incômodos em relação à estética, viu? Dependendo da gravidade, pode causar dores que acabam alterando a postura e a pisada. As áreas machucadas, por sua vez, favorecem o ataque de fungos e bactérias.

Como e quando usar a lixa de pé?

Esse instrumento serve para remover células mortas e o excesso de pele acumulada nas laterais dos pés, em especial, nos calcanhares. Mas, pra deixar a área lisinha e macia com segurança, deve ser posicionado sobre a área afetada sem muita pressão e utilizado em movimentos de vai e vem.

Embora a lixa seja útil para amenizar a aspereza dos pés, sua aplicação excessiva pode causar efeito rebote. Por isso, é importante consultar o seu dermatologista para definir a periodicidade adequada do procedimento, combinado? Muitos sugerem que o lixamento aconteça apenas uma vez ao mês.

Quais são os passos e os produtos envolvidos?

A lixa, sozinha, não vai resolver o problema da pele grossa e com textura atípica. Ela deve funcionar como complemento dos cuidados preventivos. Isso mesmo! A melhor saída sempre será adotar uma rotina que fortaleça a saúde dos pés e evite o retorno das temidas rachaduras.

Veja como você pode conquistar uma pele mais macia e agradável ao toque:

  • higienize a pele — lave a região com sabonete antisséptico para reduzir o risco de contaminação;
  • aposte nos escalda-pés — a imersão em água morna amolece a pele e abre os poros, o que melhora a absorção dos produtos de tratamento;
  • aplique um esfoliante — coloque sobre a pele já limpa e seca, fazendo movimentos circulares, e enxágue até remover todas as partículas;
  • hidrate a pele — essa etapa é crucial para repor os nutrientes e pode ser feita com uma manteiga emoliente;
  • utilize gel protetor — existem fórmulas específicas para regiões que recebem muito atrito. Use com frequência para prevenir a formação de calos e bolhas.

Esse ritual pode ser cumprido ao fim de cada dia ou quando você sentir que precisa dar atenção especial aos pés. A vantagem é que funciona como prática de relaxamento, então, aproveite o instante para ler um livro, ouvir música ou apenas descansar.

Quando esse processo é contraindicado?

A lixa de pé não deve ser o primeiro recurso escolhido para preservar o bom aspecto da pele. Como dito, seu uso exagerado pode estimular ainda mais a reprodução das células no local — diferentemente do que queremos. Quem não tem o problema tão avançado, por exemplo, pode fazer um lixamento a cada 30 dias ou mais.

O cuidado deve ser redobrado em pessoas que apresentam lesões na região dos pés, devido à prática de atividade física intensa ou uso de calçados apertados. Como o ato de lixar pode ser prejudicial e piorar os ferimentos, vale a pena dispensar o procedimento e tratar os sintomas com um profissional.

Gostou de aprender sobre os efeitos da lixa de pé e as práticas que diminuem a necessidade desse instrumento? Ao investir na prevenção, você terá menos chances de sofrer com dores e possíveis incômodos relacionados à aparência.

Então, se quer mais sobre os produtos e fórmulas especiais para os pés, entre em contato conosco!

Carregando...
4105 visualização(ões)

Colaborou para este conteúdo

Granado Pharmácias
Granado Pharmácias

Fundada em 1870 pelo português José Antonio Coxito Granado, no coração do Rio de Janeiro, Granado é a botica e a perfumaria mais tradicional do Brasil. Com mais de 150 anos de história, a marca recebeu o título de "Farmácia Oficial da Família Imperial do Brasil" pelo imperador do Brasil, Dom Pedro II. Incorporando extratos de plantas e ervas da exuberante biodiversidade brasileira, e com um profundo conhecimento das propriedades das plantas medicinais e óleos essenciais, a Granado desenvolve os cuidados de pele e fragrâncias combinando naturalidade, preservação do ambiente natural e inovação.

Comentários
Deixe o seu comentário
Seu endereço de e-mail não será publicado